BÍBLIA ON-LINEbusca por palavra-chave

NOTÍCIAS

Emoção e tristeza nas despedidas ao escritor Severino Pedro

05/07/2013 Por Juarez Lima

Pastor deixou um grande legado

A morte do pastor Severino Pedro da Silva, 68 anos, trouxe tristeza a amigos e familiares, mas seu testemunho de vida dará esperança para outras pessoas. De acordo com o presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil e presidente da Assembleia de Deus em São Paulo, pastor José Wellington Bezerra da Costa relatou, na manhã desta sexta-feira, (5),  às centenas de pessoas que participaram da cerimônia que aconteceu no templo sede do Belenzinho.


O presidente do ministério foi enfático em dizer de sua consternação pela perda de “um amigo e um companheiro”. Lembrou que o pastor Severino era um homem otimista e que ele tinha sempre algumas frases de efeito, uma delas, repetiu o líder: “Pastor, vamos dar o primeiro passo, porque Deus vem com a gente”, e muitas outras afirmou.

Outro que lembrou os trabalhos e obras do escritor foi o deputado e presidente da Frente Parlamentar Evangélica da Câmara Federal, pastor Paulo Freire, que se mostrou triste pelo passamento do referido pastor e notabilizou seu trabalho realizado em prol do evangelho de Cristo e principalmente "o exemplo que ele deixou para todos nós".

Amante da Bíblia Sagrada e da literatura cristã, pastor Severino Pedro foi lembrado pelos representantes da CPAD que se fizeram presentes. O Diretor da CPAD, Ronaldo Rodrigues e o pastor Claudionor Pereira de Andrade também estavam presentes.

Às 9:30 hs o corpo saiu do Belenzinho carregado por 5 pastores e pelo amigo particular Doutor Juscelino, que antes havia testemunhado sua permanência junto ao pastor Severino Pedro durante os 21 dias em que ele permaneceu internado na Unidade de Terapia Intensiva.

Doutor Juscelino disse coisas preciosas, dentre elas, que quando ainda jovem, no Rio Grande do Norte, o garoto Severino dizia para ele: “Juscelino, Deus vai me dar uma esposa, três filhos e vou ser conhecido no Brasil inteiro. Outra informação que ele trouxe,  foi sobre os 21 dias em que ele esteve ao lado do doente, lendo o livro escrito por ele: Apocalipse versículo por versículo.

“Foram dias de glória” disse Dr. Juscelino. E que a cada dia quando entrava no quarto, pastor Severino lhe dava a certeza de que ele já estava pronto para estar na glória com Cristo. Ele tentava convencer esposa, filhas, parentes e amigos que ele já estava totalmente pronto para ir para o céu, enfatizou Dr Juscelino minimizando:  “Ele estava pronto, nós é que estávamos atrapalhando seu encontro com Cristo na glória”.




Voltar
Rua Pr. Cícero Canuto de Lima, 160 - CEP 13036-210 - Pq. Itália - Campinas - SP - Fone (19) 3303.3500
Criação e desenvolvimento