BÍBLIA ON-LINEbusca por palavra-chave

NOTÍCIAS

Mulher em destaque

07/03/2009 Juarez Lima

  Galeria de Fotos

   
[anterior]     []
[Irmã Lea Costa comprometido com a fé e o trabalho na obra de Deus]
 

Léa Costa, esposa, mãe, avó, líder evangélica e acima de tudo, mulher, concede uma entrevista exclusiva ao site da ADCamp.

Elas devem ser reconhecidas todos os dias, mas o dia 8 de março é lembrado como Dia internacional da Mulher, pois, nessa data no ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas.

Estas operárias que, nas suas 16 horas, recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas.

Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher". De então para cá o movimento a favor da emancipação da mulher tem tomado forma, tanto no Brasil como no resto do mundo.

Para homenagearmos estas mulheres que tão bravamente estão alcançando novos espaços, nós conversamos com uma esposa, mãe, avó, que está a frente de um exército que envolve em média 10 mil mulheres e quando a chamamos de  líder nacional ela simplesmente desconversa.  Humilde, ela prega a união como base para o progresso da Obra de Deus que está sob sua responsabilidade.

Nossa entrevista é com a psicóloga Léa Costa, paulistana, casada há 32 anos com o Presidente da AD Campinas Pastor Paulo Freire e mãe de duas filhas: Vanessa casada com Rogério e Christiane casada com Guilherme. É avó de dois lindos netos: Paulo Rogério de quase 6 anos e Amanda de quase 2 aninhos. 

Como é ser mãe, avó e líder de movimento pentecostal?

Não é fácil ser esposa, mãe, avó e trabalhar com as irmãs. Sobra-me pouco tempo, porém Deus não se utiliza de pessoas desocupadas. Quanto maiores às responsabilidades, mais Deus espera de nós. 

Como a senhora vê a mulher brasileira na atual sociedade?

A mulher brasileira dentro da nossa sociedade está muito melhor colocada podendo já dar opiniões, e até mesmo ser levada em conta, porém ainda falta uma maior abertura para ela, principalmente dentro do meio evangélico. 

E a mulher evangélica tem espaço para desenvolver suas habilidades na igreja?

Dentro do mundo evangélico a mulher já esta ocupando um espaço dantes nunca ocupado, pois antigamente a mulher só era prestigiada, dentro dos Círculos de Oração. Hoje, a mulher evangélica já pode atuar nas programações de eventos, chegando mesmo a atuar junto ao ministério da igreja desenvolvendo programas importantes e valorizando os departamentos a que pertence.

A Senhora é líder das Mulheres da AD a nível de Brasil , ao lado da Irmã Vanda Freire,  como a senhora tem ajudado este ministério de mulheres que é tão importante no desenvolvimento da igreja?

Eu não sou uma líder “a nível Brasil” - Esta pergunta esta incorreta 

A senhora lidera as mulheres em Campinas, como é desenvolvido este trabalho e há quantas mulheres a senhora presta assistência?

Sou uma líder pela misericórdia de Deus, liderando as mulheres do Ministério Belém Campinas, onde aproximadamente umas 10.000 mulheres estão embaixo de nossa liderança, graças a Deus. 

O que mais se pode fazer pela mulher evangélica, principalmente as que estão sob sua responsabilidade? 

Pensando nestas mulheres poderíamos voltar a fazer palestras em nível de campo, para que elas possam se abrir e ter um maior contato conosco. Esse trabalho já foi feito há anos atrás, precisamos voltar a fazê-lo.

Vamos ter o nosso 1º Simpósio só para mulheres no mês de Setembro, o que tem sido um grande sonho para mim.

A nossa festa com as mulheres é realizada uma vez ao ano e fazemos também dois grandes jantares com aproximadamente 2.000 mil mulheres cada. Esses trabalhos já estão em pleno funcionamento. Porém, gostaríamos de ter mais contatos estamos pensando em como conseguir trabalhar melhor com elas. O que temos feito ainda é pouco! Para Jesus, precisa ser feito ainda muito mais. 

A senhora acredita numa mudança de postura da mulher evangélica, que é maioria nos movimentos pentecostais e muitas vezes desenvolve boa parte dos trabalhos na igreja, como é o caso da “reconhecida” Frida Vingren que escreveu hinos, dirigiu cultos e muitas vezes não é lembrada?

A mulher evangélica precisa a cada dia se posicionar melhor, pois só assim, ela ira ter um maior reconhecimento. Necessitamos levantar as mangas e trabalhar para que o nosso espaço seja observado. 

Para as herdeiras de Cristo e para todas as mulheres deste nosso país, qual a sua mensagem?

Queridas mulheres aproveitemos o tempo que ainda temos pra trabalhar para o Senhor Jesus. A porta da Graça está se fechando e nós temos pouco tempo para realizarmos a obra. Não devemos ter medo, devemos avançar, porém tudo dentro da orientação do Pastor da Igreja bem como do ministério. Todas as oportunidades que tivermos, devemos aproveitá-las mesmo que sejam coisas pequenas, porém com o passar do tempo, estaremos fazendo coisas grandes.

Nós somos um grande exército e este exército, quando se junta pode realizar coisas grandiosas!!!!

Parabéns Pelo Dia Internacional Da Mulher!  

Clique aqui e confira outras notícias



Voltar
Rua Pr. Cícero Canuto de Lima, 160 - CEP 13036-210 - Pq. Itália - Campinas - SP - Fone (19) 3303.3500
Criação e desenvolvimento